Menu

The Best Seller

18 OUT 2017
18 de Outubro de 2017
             
 
Conta-se que uma palavra proferida é como um homem que subiu até o pico de uma alta montanha; e lá, estando em suas mãos um travesseiro de penas, o abana até que todas as penas esvoaçam ao prazer do vento.
Depois, se quiser recolhê-las, será praticamente impossível.
Da mesma forma é, depois que dizemos algo, se foi edificante, será de repercussão saudável; se foi maledicente, causará irreparáveis estragos.
Muitos escritores e filósofos já se passaram por este mundo; muitos deles deixaram registrados em livros suas teses e conjeturas.
Mas nenhum desses renomados conseguiu manter seus pensamentos vivos por geração a geração; a ponto de perguntarmos para um adolescente: Quem foi Nietzsche, por exemplo, e como resposta: o inevitável meneio horizontal da cabeça.
De tudo que já foi escrito, um livro se destaca; por conseguir ser atual mesmo tendo sido escrito aproximadamente entre os anos 1406 aC à 100 dC: È a BÍBLIA!  A PALAVRA DE DEUS. Demorou cerca de 1500 anos para ficar completa.
Ela é tão importante que foi o primeiro livro impresso por Gutenberg (inventor da imprensa escrita) por volta do ano 1450 dC. Hoje ela é traduzida em parte ou completa para mais de 1200 línguas. Somente foi traduzida para o português em 1681. 
Além da Teologia, também encontramos na Bíblia importantes tratados sobre a Botânica, Astronomia, Biologia, Zoologia, História, Geografia e demais ramos da Ciência.
Na Bíblia, encontramos a resposta para tudo e para todos; não há dificuldades que ela não mostre a saída, pois: "Porventura a minha palavra não é como fogo, diz o Senhor, e como um martelo que esmiuça a penha? (Jeremias 23:29). 
Ela prova, reprova e aprova não segundo o titubear do coração humano, mas na orientação amável e mesmo que para muitos, severa; mas que no final, produz frutos de um caráter irrepreensível, que agrada a Deus.
Se você ainda não a leu, porque não experimenta!



Voltar


Tenha você também a sua rádio